Via GPS, Nova Iguaçu monitora jogadores

Depois de 20 anos de ausência, o Nova Iguaçu voltará à Copa São Paulo de Juniores e continua trabalhando forte e investindo para fazer uma boa campanha no principal torneio sub-20 do país. Com apoio da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da One Sports, o clube agora conta com um preciso e avançado sistema de monitoramento GPS, utilizado pelos jogadores nos treinamentos.
O aparelho de GPS (global positioning system, em inglês – sistema de posicionamento global) mede que distância o atleta percorreu na atividade, bem como todas as velocidades que foram registradas, e os dados gerados são analisados pela equipe da UFRJ e pela comissão técnica do Nova Iguaçu. Tudo para conseguir precisar da melhor forma possível o nível de esforço dos jogadores.
“Eles estão utilizando alguns equipamentos GPS para monitorar a performance no treino em situação real, algo que sem o auxílio desse equipamento você fica preso muito à intuição, e o futebol precisa hoje de um pouco mais do que a intuição. Quanto mais informação e mais preciso for, melhores serão os resultados”, explica Luciano Alonso, professor de metodologia do futebol da UFRJ.
A parceria atendeu às necessidade de todos os envolvidos. O Nova Iguaçu conta com a expertise da UFRJ e os equipamentos de alta qualidade fabricados pela One Sports, enquanto a universidade consegue aplicar em termos práticos toda a teoria desenvolvida na área do esporte. Doutor em ciência da saúde, Luciano Alonso explica como ela funciona. “É uma cooperação científica. Os grupos de pesquisa e projetos de extensão que são focados no futebol na UFRJ desenvolvem conhecimento e esse conhecimento precisa estar aliado com a necessidade do esporte. Nós temos interesse de nos conveniarmos a clubes de futebol que necessitam usar informação em prol do desenvolvimento dos seus atletas. Temos o auxílio da One Sports, empresa que se dedica em desenvolver novas soluções para o esporte. Como grupo de pesquisa, nós ajudamos no desenvolvimento dessas ferramentas, e o final de tudo é atender as necessidades específicas do futebol”.

Fisiologista faz a ‘meiúca’ no processo tecnológico

Uelbio Bezerra, fisiologista do Nova Iguaçu, é o responsável por fazer esse meio-de-campo entre os dados que são fornecidos pelo aparelho GPS e analisados pelos pesquisadores da UFRJ com os demais membros da comissão técnica da equipe sub-20. Tudo para aproveitar bem os treinamentos e deixar todos prontos quando chegar a hora da bola rolar, no dia 3 de janeiro.
“Trazer o lado acadêmico para o nosso trabalho é fundamental. O controle a partir destes equipamentos de tecnologia avançada para o alto rendimento nos dá as variáveis de frequência cardíaca e deslocamento dos atletas dentro das faixas de velocidade e, assim, temos como emitir o relatório para a comissão técnica desenvolver o trabalho e cobrar de forma específica dos atletas um melhor rendimento”, explicou Uelbio.
Os equipamentos de monitoramento da One Sports já são utilizados por outros clubes, como Botafogo, Fluminense, Palmeiras, Santos e Corinthians. Professor da UFRJ, Luciano Alonso escolheu o Nova Iguaçu para ajudar no desenvolvimento destas ferramentas e contribuir com o know-how para que a equipe se prepare da melhor maneira possível visando a Copa São Paulo.
“Escolhi o Nova Iguaçu em função da estrutura que o clube tem, com o conhecimento do Uelbio, com os preparadores, que frequentaram cursos de extensão aqui no Rio também. O Nova Iguaçu tem uma sinergia entre estrutura e pessoas que favorece também investirmos capital teórico nesse trabalho. Tenho certeza de que o trabalho será bem sucedido”, projetou Luciano Alonso.
>> Estreia – Integrante do Grupo 14, com sede em Porto Feliz (SP), o Nova Iguaçu estreia na Copa São Paulo de Juniores no dia 3 de janeiro, às 15h30, contra a Chapecoense, no Estádio Ernesto Rocco. Sampaio Corrêa (MA) e Desportivo Brasil (SP) são os outros integrantes da chave.

Por Bernardo Gleizer/Assessor de Imprensa/NIFC
Edição: Jota Carvalho/Papo Esportivo
Foto: Bernardo Gleizer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *